Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Os Conceitos da Gestão de Riscos

Por:   •  16/3/2021  •  Trabalho acadêmico  •  1.024 Palavras (5 Páginas)  •  160 Visualizações

Página 1 de 5

2.1.1 Conceitos da gestão de riscos

De acordo com o Dicionário Michaelis da Língua Portuguesa, risco é uma possibilidade de perigo que ameaça as pessoas ou meio ambiente, ou seja, são fatores de incertezas que agem diretamente sobre os objetivos. Cabe ressaltar que se bem geridos podem proporcionar oportunidades de ganhos, seja financeiro, reputação, ou de relacionamento (BARALDI, 2010).

Diferentemente do risco, perigo é a fonte do dano e que tem potencial de causar uma perda, o risco pressupõe a chance de o evento ocorrer, por exemplo, dirigir em habilitação (perigo), sem habilitação e envolver-se num acidente (risco).

A Gestão de Riscos tem como visão a busca por maximizar os resultados positivos para que se alcance os resultados esperados, é uma busca para que se possa obter o máximo de resultados positivos, com o mínimo impacto (KADE, 2003).

Uma das etapas importantes desse processo é a avaliação quanto as condições do perigo ocorrer e mensurar seu possível impacto e prejuízos. Uma análise de riscos tem por objetivo não somente mensurar possíveis perdas, mas, principalmente, evitar que elas aconteçam. Nessa etapa pode-se valer de técnicas como uma Análise Qualitativa, para definir o nível de relevância das ameaças, e a probabilidade de aquilo acontecer, bem como uma Análise Quantitativa, onde se avaliará os impactos e os efeitos causados pelos riscos. Para se ter um resultado com uma previsão mais assertiva será preciso investigar, tendo como base os dados e os números.

2.1.2 Gerenciamento de riscos

O gerenciamento dos riscos envolve o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar os riscos em uma organização. Com isso, o objetivo é mitigar ou até mesmo eliminar os possíveis ou existentes riscos (NOGUEIRA E LUCENA, 2019).

Os processos do gerenciamento de riscos devem introduzir desde os gestores até os colaboradores de todos os departamentos, para que a gestão seja feita de forma eficiente, pois todos devem agir de forma para que o objetivo seja alcançado.

LAM (2003) traz um método que possui sete componentes básicos do gerenciamento dos riscos, com o intuito de abordar uma visão mais gerencial, no qual alinha a gestão de riscos e a prática da governança corporativa. Conforme abaixo na figura 1 – Componentes do Gerenciamento de Risco das organizações.

Figura 01: Componentes do Gerenciamento de Risco das organizações

Fonte: Lam (2003, p.52, tradução nossa)

2.1.3 Aplicações da gestão de riscos

2.2 Inovação

CORSAROTTO (2002) fala que a inovação pode ser definida como a transformação de uma ideia tecnicamente viável (invenção) em produtos ou processos até a sua utilização com sucesso comercial. Para acompanhar o desenvolvimento acelerado do mercado competitivo, uma estratégia fundamental é a utilização da Gestão Inovação. Para MATA (2008) a Gestão da Inovação é um processo multidisciplinar que envolve várias áreas como: marketing, P&D, desenvolvimento produtos e serviços, e acima de tudo, mudança e desenvolvimento organizacionais.

Hoje, não pode mais tratar a inovação de produtos e serviços com uma situação rara, mais sim como uma situação que acontece em todo momento nas organizações. Quem antes costumava apenas conservar

...

Baixar como  txt (6.7 Kb)   pdf (40.5 Kb)   docx (9.7 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no Essays.club