Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

RESENHA DO FILME REQUIM PARA UM SONHO

Por:   •  5/5/2019  •  Dissertação  •  1.870 Palavras (8 Páginas)  •  18 Visualizações

Página 1 de 8

Faculdade Municipal Professor Franco Montoro

William Diego Alves Ribeiro RA12293024

Psicologia e Dependência Química

Análise do Filme: Requiem for a Dream (Réquiem para um SonhoBRA)

Requim para um sonho é um filme lançado em 2000 que narra a trajetória de quatro personagens em busca da realização de sonhos de vidas melhores e que na busca por essa realização se envolvem com substâncias psicoativas fazendo-os ter um péssimo desfecho. O filme usa recursos cinematográficos para sentirmos a decadência de cada personagem com o passar de cada minuto do filme de forma majestosa. Ele também utiliza do trágico e do sombrio para mostrar uma realidade extremista da utilização das drogas e das suas consequências. A realidade mostrada no filme é necessária para dar o tom que toda obra cinematográfica exige para captar a atenção do público que a consome, por isso ela não pode abordar conhecimentos mais profundos que são de grande necessidade social como por exemplo: o tráfico, o aspecto familiar que muda com a utilização das drogas, a atuação médica irresponsável, a abstinência, entre outros aspectos que apenas estão na trama para enfatizar o total da obra. Esses aspectos da trama são passives de serem analisadas com mais detalhes para possibilitar uma maior compreensão da utilização das drogas. Sabemos como estudantes de psicologia que as politicas publicas devem seguir na luta da “contrafissura”, conceito que aborda a discussão do tema das drogas como parte do de um conjunto onde atentamos desde a produção, a comercialização, judicialização, a repressão, o cuidado, as terapêuticas e até a exposição midiática que cria formas de subjetividade capazes marginalizar minorias como por exemplo o usuário de drogas. É por esse motivo que um exame mais pormenorizado sobre esse filme se faz necessário.

        Para facilitar a nossa compreensão irei isolar algumas partes do filme e irei discorrer dentro de conceitos necessários para um conhecimento maior em psicologia e dependência química.

        No filme contém vários momentos onde os personagens fazem uso das drogas, em todas essas cenas acontecem em cortes rápidos mostrando a utilização da droga de maneira rápida e nos dá uma sensação de ser algo automático. Quando percebemos os personagens já estão sobre os efeitos da substância. Talvez o intuito disso seria exatamente nos mostrar que eles utilizam a droga de forma rápida, metódica e sem a preocupação das consequências que ela pode trazer, essa despreocupação com as consequências permeia todo o filme como por exemplo quando eles tratam as drogas como uma forma de negócio ou quando a mãe de Harry apenas visa sua aparência melhor com a perda de peso. Entender as consequências das drogas no organismo e no social é algo sério, mas não vemos em nenhum momento os personagens pensando no prejuízo. Então cabe aqui falar um pouco das drogas que eles fazem uso no filme e as complicações que elas podem trazer. E também das atitudes dos agentes da saúde.

        São utilizados de forma frequente por eles três tipos de drogas: A cocaína (estimuladora do SNC), heroína (depressora do SNC) e a Anfetamina[a] (estimuladora do SNC). Em algum momento do filme eles também fazem uso da maconha (depressora do SNC).

A cocaína [b]é uma droga psicotrópica que estimula o Sistema Nervoso Central, mas com interferência principalmente sobre os níveis de dopamina, que é particularmente importante para sentirmos prazer. São esses efeitos produzidos pela dopamina no cérebro os principais responsáveis pela sensação de euforia e bem-estar que a cocaína e várias drogas produzem, e também pelo efeito reforçador[c], que está intimamente ligado com a capacidade de induzirem dependência. A cocaína também é considerada uma droga de abuso e se diferencia de alguns medicamentos que causam os mesmos sintomas. A cocaína em pó (ou "farinha") é, em geral, utilizada por via intranasal, ou seja, por aspiração nasal, ou ainda por via intravenosa, quando dissolvida na água. Não é muito comum, mas também pode ser usada oralmente. É possível, também, fumar (via pulmonar) a cocaína, mas não na forma de pó e sim de pedra, o crack. Ainda, a pasta de coca a merla, preparadas de forma diferente do crack, mas [d]também contém cocaína sob forma de base, podem ser fumadas. Essas distinções são necessárias para nós que tornaremos profissionais da saúde para que possamos dar um tratamento adequado em casos de emergências e também para podermos nos comunicar com outros profissionais da saúde de maneira eficiente. Já para o usuário os efeitos colaterais podem se um recurso ao ser conhecido e talvez desestimule a utilização. Existe uma infinidade de efeitos colaterais. Aqui [e]estão algumas complicações de quando usado ao longo prazo: Danos irreversíveis nos vasos sanguíneos coronários e cerebrais, tensão arterial elevada que causa ataques cardíacos, derrames vasculares cerebrais;  danos no fígado, rins e pulmões; destruição dos tecidos nasais se inalada; falhas respiratórias se fumada; doenças infecciosas e abcessos se injetada; má–nutrição; perda de peso; decadência dentária severa; alucinações auditivas e tácteis; disfunções sexuais, danos reprodutivos e infertilidade (tanto no homem como na mulher) desorientação, apatia, confusão e exaustão irritabilidade e perturbações de humor aumento da frequência do comportamento de risco delírio ou psicose depressão severa tolerância e dependência (mesmo quando consumida apenas uma vez) . Não são poucas as implicações e isso nem sequer é citado no filme. A descrição dada aqui sobre a cocaína ainda é pouca perante realmente se sabe sobre ela, ainda posso afirmar que a discussão de apenas essa droga se estende pra diálogos ainda maiores do que o quando relacionamos ela com os aspectos sociais, histórico e até mesmo de subjetividades.  

...

Baixar como  txt (11.6 Kb)   pdf (128 Kb)   docx (849 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no Essays.club