Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO HIDROSSANITÁRIO DE UM RESIDENCIAL MULTIFAMILIAR

Por:   •  25/12/2018  •  4.935 Palavras (20 Páginas)  •  61 Visualizações

Página 1 de 20

...

-

CONSUMO DIÁRIO

Para cálculo do consumo diário foram utilizados dados do livro de Macintyre (2013), dados estes retirados das tabelas 1.1 – Estimativa de consumo diário de água e 1.2 – Taxa de ocupação populacional.

- População

Apartamento: 2(dormitórios) x 2(pessoas) = 4 pessoas

Pavimento tipo: 6(apartamentos) x 4 = 24 pessoas

Edifício: 24 x 9(andares) + 1 (porteiro) = 217 pessoas

Consumo/pessoa: 200 L/d

Consumo total: 43.400 L/d

- Garagem

90 vagas

Consumo/vaga: 100 L/d

Consumo total: 9.000 L/d

Consumo diário total da edificação: 52.400 L

-

RAMAL EXTERNO

Adotou-se que o abastecimento é continuo, logo a vazão que abastece o reservatório é suficiente para atender o consumo diário num período de 24 horas. Assim, segundo Hélio Creder (2012), utilizou-se o sistema de distribuição indireto com reservatório.

[pic 1]

Sendo:

Qmin = vazão mínima diraria (L/s);

Cd = consumo diário da população (L).

[pic 2]

L/s[pic 3]

Para o dimensionamento do diâmetro da tubulação foi necessário adotar a velocidade no alimentador predial, admitindo que o prédio em questão possui 13 andares, sendo 9 pavimentos tipos, um pavimento de garagem, um pavimento pilotis e o térreo, e a velocidade adotada foi a máxima recomendada pela NBR 5626 (1998) de 1 m/s.

[pic 4]

[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

-

VOLUME DE RESERVAÇÃO DE ÁGUA

A NBR 5626 (1998), exige no mínimo que a reserva total supra um dia de consumo de água.

Devido ao número de pavimentos do edifício em questão, foram projetados reservatórios na parte inferior e superior da edificação, sendo um localizado no térreo (inferior) e o outro acima do telhado (superior).

A literatura diz que o reservatório inferior necessita ter 3/5 do consumo total diário com o acréscimo de 20% para a reserva de incêndio:

- Reservatório Inferior:

[pic 8]

[pic 9]

[pic 10]

Comparando o volume calculado do reservatório com os reservatórios comerciais existentes foram escolhidos 2 tanques fortplus com 20.000 L cada, com as seguintes dimensões:

[pic 11]

Figura 1 - Tanque inferior

Fonte: Site da FORTLEV

De antemão o reservatório superior ira ter a capacidade útil de 2/5 do consumo diário com o acréscimo de 20% para a reserva de incêndio:

- Reservatório Superior:

[pic 12]

[pic 13]

[pic 14]

Comparando o volume calculado do reservatório com os reservatórios comercias existente foram escolhidas 3 caixas d’água de polietileno com 10.000 L cada, com as seguintes dimensões:

[pic 15]

Figura 2 - Caixa d'água superior

Fonte: Site da FORTLEV

-

SISTEMA ELEVATÓRIO DE ÁGUA

Cálculo para a capacidade mínima da bomba, de acordo com a NBR 5626 (1998):

[pic 16]

[pic 17]

[pic 18]

Para a capacidade máxima da bomba, considerando aproximadamente três períodos de 1 hora e 30 minutos de operação. A vazão será:

[pic 19]

[pic 20]

[pic 21]

Para dimensionar a tubulação de recalque, deve-se obter a vazão, onde adota-se a vazão máxima calculada anteriormente, por questão de segurança, e calcula-se também a altura manométrica (Hman).

Calculando-se o diâmetro de recalque, através da equação de Bresse, tem-se:

[pic 22]

Onde:

Qr= Vazão de recalque (m³/s);

Dr = Diâmetro de recalque (mm);

x = razão de horas de funcionamento por dia;

Sendo:

[pic 23]

[pic 24]

Logo, o diâmetro comercial adotado para a tubulação de recalque será de 40 mm.

- Diâmetro de sucção (Ds):

Adota-se um diâmetro igual ou imediatamente superior ao da tubulação de recalque.

[pic 25]

Logo: Ds = 50 mm

Para calcular a potência da bomba, determina-se a altura manométrica total da instalação (Hman).

[pic 26]

Onde:

Hg = desnível entre o nível mínimo no reservatório inferior e a saída de água no reservatório

...

Baixar como  txt (35.5 Kb)   pdf (116.7 Kb)   docx (49.8 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no Essays.club